sábado, 16 de janeiro de 2010

Amas-me



Amas-me como jamais fui amada

Tuas mãos revolvem-me, em consonância com teus beijos lânguidos,
...........................................................................................dizem amo-te
Como luz da aurora irradiando felicidade, rasgo-me em ti
Descodificas-me, interceptas sinais que emano

............................................................... Conheces tão bem o caminho…

Num murmúrio de ternura e paixão, ofereces-te em desejo

Suspiras palavras há muito aguardadas e nunca antes escutadas

................................................................Estavas para mim e eu para ti…

Entrego-me em deleite.. leva-me… fico em ti…

Descobres-me em aroma de doçura,
..............................................na maciez do toque,
............................................................ na delícia do sabor,
..........................................................................na melodia das palavras,
..................................................................................no brilho do olhar…
Revelas-me em teus braços… segues-me o trilho…

................................................................Conheces tão bem o caminho…

Gastei as palavras,
.........................em candura, em gratidão, em loucura,
...........................................................................amo-te
Vanda Romeu

Sem comentários: