sexta-feira, 9 de julho de 2010

Encontra-me


Sou uma pessoa qualquer

Na tua angústia... padece

Na tua alegria... renasce

Na tua sede... seca

Na tua fome... morre

Nos teus tormentos... enlouquece

Na tua felicidade... rejubila

Na tua dor... adoece

Nas tuas mãos... cresce

No teu olhar... brilha

No teu corpo...vibra

Na tua boca...permanece

No teu amor... vive!

Assim, como uma pessoa qualquer.


Vanda Romeu

3 comentários:

antoniomaia disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
antoniomaia disse...

Procura-me... :)

que bonitas estão as palavras.
obrigado pelo momento

até sempre

António Moreira da Silva disse...

adorei esta intensidade(como sempre) ;))