terça-feira, 8 de fevereiro de 2011

Nossa noite, nosso sonho.



E a minha boca adormecida pelo doce embalar da tua respiração, ainda esboçou um sorriso quando senti a tua mão segurando a minha cintura.

                               Cheguei-me a ti. Confiante.

Alma

1 comentário:

Luna disse...

aqui está a prova que para ser belo não precisa ser grande :)

A minha boca esboça um sorriso com esta leitura :))))

Beijos à Alma e para ti também amigo António.