sexta-feira, 7 de outubro de 2011

Doce acordar a teu lado!

...


tão bom este acordar!

entre o sonho de ti e o sono ainda envolvente,

                                         a tua presença desloca-se até mim.

a pressão do teu corpo ao meu lado,

                                         movimentando-me...

a tua mão poisa na pele das minhas costas,

                                         deslizando,

                                                    carícia quente em ritmo de sono.

não me mexo, desejando o que venha a seguir,

                                                    que queiras acordar-me...

a tua respiração em crescendo veloz, junto ao meu ouvido,

                                fala-me de mundos de sentir que estou a aprender,

                                                                                         a conhecer contigo...

sinto-me outra, digna,

neste mundo novo que plantas aos meus pés, a pouco e pouco, comigo...

                 vontade acordada pela suavidade com que dizes o meu nome.
       
pudesse eu resumir o resto da minha existência a essa suavidade,

                                              sem lágrimas, sem tristeza...

como um direito que ainda se tem

como uma vontade que se pode dividir

olhar para as cores da madrugada e vê-la como madrugada

sentir o calor e ver nele vida...


ensinas-me isso tudo, de novo,

                                  como se eu fosse uma menina?    Alma


1 comentário:

Luna disse...

Que acordar tão lindo!

Adoro este poema! Tão envolvente, parece q sinto :) Muito bom!

Parabéns à Alma

Grata