quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012

sê amor comigo...



fala-me de Amor ao ouvido, em silêncio.
sê esse sussurro terno que me arrepia a pele sem toque mas com a verdade toda e inteira da tua alma.
o mundo não precisa de saber de nós, do desejo, da paixão-conquista num entrelaçar rápido de olhares e de dedos...
conjuga só para mim esse verbo que repetes sem cessar, não ao mundo, mas em mim, como pedra cinzelando, gravando a carne, despertando a vontade e o desejo de outrora...
... para que eu não me sinta tão só...
... para que não me reconheça nesse quem esquecido...
... como se eu  fosse em ti e não apenas mais um mero assistente de mim em ti, presença obrigatória na primeira fila do aplauso...
eu não sou assim, não sei ser assim.
prefiro manter-me esquecida, lembrada apenas por quem acompanha.
... e sinto que me esvaio por entre os teus dedos.         Alma

7 comentários:

Anónimo disse...

«Se me fosses permitido regressar
a esse santuário de paixão-conquista,
perfumava-o com essência de flores
e aí me deixaria agonizar...»

Que belo texto poético!

Num esvaír de impaciência ficamos sempre à espera dos belos textos da Alma.

Jacqueline

Luna disse...

Quanto mais leio mais gosto!

Grata.

antoniomaia disse...

olá amigas!
Jacqueline, estiveste fora de novo? já sei estiveste no Canadá (ártico), vieste e não fechaste a porta :) volta a fecha-a como estava, assim faz muito frio :)
obrigado pela visita e pela simpatia :)

Luna, obrigado pela fidelidade :)

Luna disse...

sempre o coletivo :)

Anónimo disse...

Sim, estive no ártico e, sabes como é, se o ambiente à n/volta não nos aquece enregelamos até aos ossos, diria mais, até à alma:)

Mas o que nos vale é a Alma para nos aquecer com os seus escritos.

Não tens de agradecer a visita, é sempre um prazer:)

Jacqueline

Anónimo disse...

O sussurro também arrepia...
Texto lindo...
Lindo!!!

Anónimo disse...

Estarmos sós...
Só de vez em quando sabe bem
Ter alguém na 1ª fila qdo precisamos
é bommmmmmmmmmm
Com aplausos, abraços, um ombro amigo, é sempre reconfortante...
É lindo o teu texto e o que escreves
Lindo....101